O Cecult

Em agosto de 1995, como parte do processo de institucionalização dos grupos de pesquisa existentes no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UNICAMP, um grupo de docentes do Departamento de História criou o Centro Interno de Pesquisa em Cultura Popular - CECULT. Em julho de 1997, o CECULT passou a se chamar Centro de Pesquisa em História Social da Cultura, respondendo a uma ampliação do alcance temático de suas preocupações.

O principal objetivo desse Centro de Pesquisa é estimular e sustentar a reflexão sobre as experiências dos trabalhadores ao longo da história do Brasil: suas práticas e formas de expressão, os significados que conferiram a diferentes aspectos de seu cotidiano, bem como os modos pelos quais se viram e foram vistos por outros sujeitos em situações históricas específicas. Interessa aos pesquisadores do Centro investigar esses temas nos locais de trabalho ou nos espaços de sociabilidade e lazer, no desenrolar de conflitos com senhores, patrões ou autoridades públicas ou ainda nos momentos em que identidades e solidariedades se fizeram mais presentes.

Assim, os procedimentos da história social mantêm um diálogo renovado com a historiografia, buscando explorar os temas da história da cultura a partir das questões colocadas pela história social.