Notícias

Exibindo 71 a 80 de 428
exposição moçambique ael Fontes para a História Contemporânea de Moçambique

A exposição Moçambique: independência e nação no acervo do AEL será aberta ao público durante o seminário internacional "África, Margens e Oceanos: Perspectivas de História Social", ficando em exibição no Arquivo Edgard Leuenroth até 28 de julho. Depois, entre 1º de agosto e 10 de setembro, poderá ser visitada na Biblioteca Octávio Ianni (no IFCH). No dia 13 de março, às 17:30h, no Auditório I do IFCH haverá uma apresentação da exposição.

A exposição promove a divulgação de preciosas fontes da história contemporânea de Moçambique depositadas no AEL. No conjunto destacam-se dois fundos: Luis Carlos Prestes e Teatro Oficina. O primeiro inclui fontes sobre os processos de independências na África, a atuação da Frente Nacional de Libertação de Moçambique (FRELIMO), movimentos sociais, projetos culturais etc. - alguns dos quais ainda hoje de acesso restrito em arquivos africanos. O...

Imagem Artigo discute as potencialidades do e-book para a difusão de pesquisas em História Social

No artigo Livros Digitais: potencialidades e desafios para as ciências humanas, publicado no blog Observatório da História, Maria Clementina Pereira Cunha e Silvia Hunold Lara discutem as possibilidades oferecidas pelos livros digitais para a divulgação de resultados de pesquisa na área das Ciências Humanas, em particular na área da história cultural.

O blog é um bom espaço para os que querem acompanhar a produção historiográfica no Brasil. Leia o artigo e participe do debate, deixando seus comentários no Observatório da História!

Leia resenha e entrevista com a autora sobre o livro

O livro de Martha Abreu, Da senzala ao palco: canções escravas e racismo nas Américas (1870-1930) está fazendo sucesso.

Silvia Cristina Martins Souza publicou uma resenha sobre ele foi publicada na revista Tempo, 25 (jan./jul. 2019): 287-292, na qual destaca os diálogos historiográficos empreendidos pela autora. A resenha, intitulada "Canções escravas, trânsitos musicais atlânticos e racismo nas Américas" pode ser lida aqui.

 

Veja também uma entrevista  com Martha Abreu que acaba de sair no Blog da Biblioteca Virtual do Pensamento Social, clicando...

Monteiro Lobato Lucilene Reginaldo revisita polêmica sobre o racismo na obra de Monteiro Lobato

A obra de Monteiro Lobato entrou em domínio público e o fato traz a tona novamente o racismo presente nos textos deste autor. Em 2010 já houve um debate sobre o tema, retomado agora com o artigo de Jorge Coli, "Viva Lobato!", publicado em 3 de fevereiro na Folha de São Paulo, no qual o colunista afirma que "só quem não leu ou não compreendeu os livros infantis de Lobato pode julgá-los racistas."

Contrapondo-se a esta avaliação, Lucilene Reginaldo escreveu o texto intitulado "Negro também é gente, sinhá", que saiu também na Folha de São Paulo em 10 de fevereiro. 

revista ciência e cultura Artigo sobre e-books e a Históri@ Illustrada na revista Ciência e Cultura

O novo número da revista Ciência e Cultura traz artigo de Leonardo Fernandes sobre o mercado de e -books que comenta livros da coleção Históri@ Illustrada, publicados pela Editora da Unicamp. 

Leia aqui o texto publicado na Ciência e Cultura.

Tese de doutorado resgata o conflito de pequenos agricultores com os grandes engenhos de açúcar no século XIX

Confira a matéria do Centro de Memória da Unicamp sobre tese de doutorado defendida por Laura Candian Fraccaro, pesquisadora do Cecult/IFCH/Unicamp, sob a orientação do Prof. Dr. Robert W. A. Slenes.
Acesse aqui

Recesso e Férias

Em virtude de recesso de final de ano e férias, o CECULT estará fechado durante o período de 20 de dezembro de 2018 a 20 de janeiro de 2019.

Feliz 2019!

II Congresso da ABRE oferece ajuda de custo para estudantes

O II Congresso da ABRE será realizado na École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS), em Paris, de 18 a 20 de setembro de 2019. As inscrições encerram-se em 31 de dezembro de 2018.

A organização do Congresso aceita candidaturas de estudantes que queiram receber ajuda de custo para a viagem a Paris. As ajudas de custo serão de 200 euros, além da isenção do pagamento da taxa de adesão à ABRE e da inscrição no Congresso.

Condições:

 - envio de resumo da comunicação (800 palavras);
- cv curto (máx. 2 páginas);
- prazo limite: 31 de Dezembro de 2018

Todas as informações devem ser enviadas para: abre.paris2019@gmail.com

Veja mais informações no site do Congresso aqui.

E-BOOK "NÃO TÁ SOPA" É TEMA DE PROGRAMA DE RÁDIO

No mês em que se comemora o dia do samba, celebrado no dia 2 de dezembro, o podcast Oxigênio entrevistou a historiadora Maria Clementina Pereira Cunha, autora do e-book Não tá sopa: samba e sambistas no Rio de janeiro de 1890 a 1930, que integra a coleção Históri@ Illustrada publicada pela Editora da Unicamp. A edição especial conta como o gênero passou de música marginal a um dos maiores símbolos de identidade nacional. 

O Oxigênio é um programa de jornalismo e divulgação científica produzido em parceria entre o Labjor (Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo/Unicamp) e a Web Rádio Unicamp.

Escute o programa no site: http://oxigenio.comciencia.br/67-oxilab-desde-que-o-samba-…/

Se quiser saber mais sobre o assunto, você pode adquirir o e-book “Não tá sopa” no site da Editora da Unicamp:...

Clubes Negros RESULTADO DA SELEÇÃO PARA BOLSA DE TREINAMENTO TÉCNICO NÍVEL 1 (FAPESP)

O processo seletivo para bolsas de Treinamento Técnico nível 1 da FAPESP, para o projeto “AS CORES DA CIDADANIA: OS CLUBES NEGROS DO ESTADO DE SÃO PAULO (1897-1952)”, recebeu 8 inscrições. Examinados os documentos enviados pelos candidatos e feitas as entrevistas, foram aprovados 4 inscritos. Para os dois primeiros colocados, serão solicitadas as bolsas TT1 junto à FAPESP. Os outros dois poderão ser eventualmente chamados no caso de disponibilidade de novas bolsas.

Agradecemos o interesse de todos os inscritos.

Classificação dos candidatos aprovados:

  1. Gabriel Antonio Bomfim Seghetto

  2. Jéssica Cristina Rosa

  3. Vivian Felipe de Sousa

  4. Pedro Henrique Gericó Speri
     

Banca:
Prof. Mário Medeiros
Profa....

Páginas